O Superior Tribunal de Justiça – STJ concedeu medida liminar determinando a imediata soltura do vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade, e demais envolvidos na Operação Capitu da Polícia Federal. A decisão foi anunciada no fim da tarde desta segunda-feira (12/11) pelo advogado de defesa do vice-governador.  

O advogado, Rodrigo Ribeiro, disse nas redes sociais que o STJ teria reconhecido, através do ministro Nefi Cordeiro, que os fatos são antigos e que não havia necessidade desta ordem de prisão. A liminar é valida para todos os investigados que foram presos durante a operação da PF. 

Antônio Andrade estava preso no complexo penitenciário Jacy de Assis em Uberlandia e já está em liberdade. Ele deixou a prisão por volta de 21h.

Fonte: Patos Notícias

Share.

Comments are closed.