Garota de 17 anos se vinga desferindo golpes de faca na mulher que a flagrou com o ex-marido


Uma mulher de 29 anos ficou gravemente ferida ao ser agredida a facadas no final da tarde dessa segunda-feira (11) em Patos de Minas. O crime foi praticado por uma adolescente de 17 anos. A garota foi apreendida pouco depois e encaminhada para a Delegacia. As duas tiveram um desentendimento há algumas semanas e a adolescente queria se vingar.

A vítima das agressões é Ângela Maria da Mota. Caída ao solo e sangrando muito, mas ainda consciente, ela disse que saiu da Clínica localizada na rua Tiradentes e percebeu que a adolescente estava a cerca de 15 metros do local. Ângela então seguiu em direção a sua motocicleta e, antes que colocasse o capacete, sentiu uma forte dor na cabeça.

Ângela disse que quando conseguiu se virar, viu a adolescente com a faca na mão. Ela então desferiu golpes de capacete contra a garota e as duas entraram em luta corporal. Em determinado momento, as duas caíram ao solo. A adolescente continuou a desferir golpes e só parou depois que a mulher conseguiu tomar a faca de sua mão. Nesse instante, ela fugiu do local, deixando para trás a faca torta e com a ponta quebrada e um telefone celular.

A fisioterapeuta contou  que uma pessoa havia ligado na clínica mais cedo perguntando o horário que Ângela havia marcado. Ela disse que não contou e que desligou o telefone. A vítima contou aos policiais que há cerca de dois meses, flagrou a adolescente no interior do carro de seu ex-marido e que, revoltada, desferiu tapas no rosto dela.

Ângela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Regional. Em rastreamentos, a Polícia Militar encontrou a adolescente na rua Independência, próxima ao cruzamento com a rua Olegário Maciel. A garota apresentava ferimentos na mão e na perna. Ela foi socorrida pelo Samu e também encaminhada para o Hospital Regional.

A adolescente contou outra versão aos policiais. Ela disse que estava próxima ao INSS esperando uma amiga e que Ângela é que foi em sua direção com uma faca na mão. A garota contou que as duas entraram em luta corporal e que conseguiu tomar a faca da mulher. A adolescente disse ainda que as agressões podem ter sido motivadas pelo fato de ter mantido um relacionamento com o ex-marido de Ângela e confirmou que foi agredida por ela.

Os policiais voltaram ao local do crime e, pelas câmeras de segurança da clínica, constaram que a adolescente mentiu. Ela foi até o local e permaneceu ali por cerca de 30 minutos a espera de Ângela. As imagens mostram a garota retirando a faca de uma sacola e seguindo em direção à vítima.

Segundo a Polícia Militar, o médico que atendeu as duas mulheres informou que o estado de saúde de Ângela é grave. Ela apresentava cortes profundos nos braços, ombro esquerdo, mão esquerda, perna direita, próximo à artéria femural e na região do bolbo e da nuca. A vítima foi levada para o bloco cirúrgico com risco de perder a vida.

A adolescente recebeu os primeiros socorros e foi apreendida. Segundo os policiais, ela saiu do hospital gritando “tomara que você morra”. A adolescente não tem passagens pela polícia, mas foi apresentada ao Ministério Público que, diante da gravidade do caso, pediu a sua internação em uma unidade de Belo Horizonte.

Fonte: Patos Hoje

COMPARTILHAR
Um site de notícias de Rio Paranaíba e região com precisão e responsabilidade.